22 de abr de 2012

Avaí e Chapecoense empatam e decisão vai para a Arena Condá


Em jogo de poucas chances na Ressacada, o resultado ficou no 1 a 1

Avaí e Chapecoense empataram na Ressacada. Foto: Flávio Neves

O Avaí recebeu a Chapecoense pelo primeiro jogo das semifinais do Catarinense 2012. Com público de 7955 torcedores, o jogo não empolgou. A Chapecoense saiu na frente com Eliomar e o empate avaiano veio com gol de Nunes, de letra.

Como os dois gols aconteceram no primeiro tempo, a segunda etapa foi marcada por duas equipes acomodadas. O Verdão mostrou uma defesa sólida e mesmo esperando o Leão na defesa, correu poucos riscos.

Nos contra-ataques a Chapecoense passou a dominar o jogo após os 30 minutos do segundo tempo, mas não conseguiu converter o domínio em gols. No final, definido o empate que é favorável à Chape.

Como o time do oeste do estado fez melhor campanha na primeira fase da competição, tem a vantagem de poder fazer dois resultados iguais. Traduzindo em números, além de qualquer vitória, empates por 0 a 0 e 1 a 1 classificam a Chapecoense.

O segundo jogo, na Arena Condá, acontece no próximo domingo, dia 29 de abril.


Primeiro tempo:

O Avaí começou melhor a partida na Ressacada. Aos três minutos, Cleber Santana teve duas chances de bola parada. Melhor para o goleiro Rodolpho, que conseguiu fazer a defesa.

Aos 14 minutos, Bruno, machucado, foi substituído por Diogo Orlando. Quatro minutos depois, o jogador que tinha acabado de entrar errou um passe no meio campo. Na jogada, Eliomar partiu com a bola e fez o primeiro gol da partida para a Chapecoense.

O empate avaiano não demorou a chegar. A bola sobrou dentro da pequena área e Nunes, de letra, fez a alegria da torcida aos 25 minutos. Arlan teve a oportunidade de virar o jogo aos 36, mas Rodolpho defendeu o forte chute.

A primeira etapa terminou com os dois times tendo chances de marcar. O Leão chegou a ensaiar uma pressão sobre a Chape, mas logo o Verdão equilibrou as ações.


Segundo tempo:

Os primeiros minutos da segunda etapa foram de gols perdidos. Pela Chapecoense, Éber teve a chance de frente para o gol, mas chutou fraco facilitando a defesa de Diego. Já pelo lado avaiano, quem perdeu gol foi Pirão.

Após os 20 minutos, três mudanças aconteceram nos times. Na Chapecoense, saíram Wanderson e Éber para as entradas de Diego Teles e João Paulo. No Leão, saiu Aelson e entrou o meia Diego Palhinha. Com a mudança, Pirão foi para a lateral-esquerda.

Poucas oportunidades foram criadas no restante do segundo tempo. As duas equipes não fizeram força para tirar o empate do placar e o jogo ficou morno. Mais mudanças nos dois times. Hemerson Maria tirou Felipe Alves para a entrada de Maurício, enquanto Itamar Schulle substituiu Eliomar por João Carlos.

A partir dos 30 minutos a Chapecoense dominou completamente o jogo. Diversas oportunidades desperdiçadas por João Paulo, Fabiano e Athos. Nos últimos cinco minutos o Avaí também tentou chegar, mas não encontrou o caminho do gol. Final de jogo com 1 a 1 na Ressacada.


Escalações:

Avaí: Diego; Arlan, Cássio, Leandro Silva e Aelson (Diego Palhinha); Bruno (Diogo Orlando), Pirão, Robinho e Cleber Santana; Nunes e Felipe Alves (Maurício).

Chapecoense: Rodolfo; William, Fabiano, Leonardo, Dema e Esquerdinha; Wanderson (Diego Teles), Neném, Eliomar (João Carlos) e Athos; Éber (João Paulo).


Gols: Chapecoense – Eliomar (18/1º). Avaí – Nunes (25/1º).

Nenhum comentário:

Postar um comentário