29 de abr de 2012

De virada, Avaí vence Chapecoense e vai para a final


Zagueiro Leonardo faz gol contra o próprio time e é decisivo

Diego teve ótima atuação no gol do Avaí. Foto: Sirli Freitas

Em partida estudada, o Avaí fez dois gols em cinco minutos e conseguiu a vaga na final. A Chapecoense saiu na frente ainda no primeiro tempo, com Esquerdinha. A partir daí, o time da casa passou a administrar o placar.

O Avaí não fez uma boa partida. No segundo tempo, algumas mudanças foram feitas por Hemerson Maria e o Leão ganhou em movimentação. Em jogada de Laércio Carreirinha, que havia acabado de entrar, Leonardo fez gol contra e empatou o jogo.

A partida esquentou após o gol avaiano e Chapecoense tentou seguir administrando o jogo. A jogada do Verdão não funcionou e o Leão fez mais um. Mais uma vez de bola parada, a bola foi cruzada. Patric apareceu na primeira trave e fez o gol da classificação do Avaí.

A Chape que tinha a vantagem do empate acabou perdendo para sua estratégia de administrar a partida e perdeu a vaga na final. O Avaí, pouco ativo, mas competente conseguiu dois gols e a classificação. Veja os detalhes da partida.


Primeiro tempo:

A partida começou sem muita movimentação. Os dois times chegaram com jogadas de escanteio. O primeiro chute a gol foi de Felipe Alves aos 15 minutos. Rodolpho fez ótima defesa.

Quatro minutos depois, o Avaí chegou novamente. João Paulo fez falta em Pirão, que foi para a cobrança. O jogador bateu forte e a bola explodiu no travessão.

Aos 23 minutos foi a vez da Chapecoense chegar. Em bela jogada, Athos aplicou um chapéu em seu marcador e bateu para o gol. Diego fez ótima defesa para manter o 0 a 0 no placar.

O Verdão perdeu seu camisa 10, Neném, que sentiu a coxa e não pôde prosseguir na partida. Em seu lugar entrou Rafael Mineiro.

A partir dos 30 minutos, o Avaí passou a comandar as ações de ataque. Quando o jogo parecia estar sob controle, Rafael Mineiro, que havia entrado na Chapecoense no meio da partida fez bela jogada e cruzou para Esquerdinha abrir o placar.

Na última jogada do primeiro tempo, o Avaí ainda tentou o empate, mas o zagueiro Fabiano da Chapecoense cortou o cruzamento de Arlan para Felipe Alves.


Segundo tempo:

Hemerson Maria mudou o ataque avaiano no intervalo. No lugar de Maurício e Felipe Alves, que pouco fizeram no primeiro tempo, entraram Patric e Ronaldo Capixaba.

O Avaí que precisava de dois gols não conseguia pressionar a Chapecoense no início da segunda etapa. O time da casa administrava o jogo e também pouco chegava à frente.

Aos 20 minutos, a primeira jogada aguda. Eliomar trouxe a bola no meio de campo e bateu para a boa defesa do goleiro Diego. Mais duas mudanças nas equipes. O Verdão trocou João Paulo por Éber, e o Leão tirou o apagado Robinho para a entrada de Laércio Carreirinha.

A estratégia avaiana foi a de cruzar na área, com jogadas de Laércio Carreirinha. Foi com ele, aos 31 minutos, a cobrança de escanteio que resultou em um gol contra de Leonardo, empatando o jogo.

Logo depois do gol avaiano o jogo esquentou. Aelson, do Leão, e Esquerdinha, do Verdão, foram expulsos. Momentos após as expulsões, o Avaí virou o jogo. Em cobrança de falta, Patric apareceu na primeira trave e fez o segundo gol do time da Capital.

Itamar Schulle colocou o atacante Leandrinho no lugar do zagueiro Souza para tentar reverter o placar. Já era tarde e faltaram forças para a Chapecoense buscar o placar.


Escalações:

Avaí: Diego; Arlan, Renato Santos, Leandro Silva e Aelson; Mika, Pirão, Cleber Santana e Robinho (Laércio Carreirinha); Felipe Alves (Patric) e Maurício (Ronaldo Capixaba).

Chapecoense: Rodolpho; Fabiano, Souza (Leandrinho), Leonardo; William, Diego Teles, Athos, Neném (Rafael Mineiro) e Esquerdinha; João Paulo (Éber) e Eliomar.

Gols: Chapecoense: Esquerdinha (41/1º)
           Avaí: Leonardo (31/2º - contra), Patric (36/1º)

Nenhum comentário:

Postar um comentário