29 de abr de 2012

Figueirense faz 3 a 1 no JEC e vai para a final do Catarinense


Partida foi marcada por jogadas de velocidade

Fernandes jogou muito bem e também fez seu gol. Foto: Alvarélio Kurossu.

No estádio Orlando Scarpelli, Figueirense e Joinville se enfrentaram em um jogo nervoso e muito movimentado. Fernandes fez uma excelente partida e o primeiro gol do Alvinegro. Em contra-ataque com troca de passes, Aloisio tocou para o Príncipe, que abriu o placar.

Na metade do segundo tempo, o jogo ficou nervoso. Em jogada que culminou em pênalti para o JEC, Argel Fucks e seu auxiliar Marcelo Cabo foram expulsos. Ricardinho converteu a penalidade, mas o jogo ficou parado por oito minutos.

Depois de fazer seu gol, o Joinville conseguiu se impor ao Figueira por alguns minutos. Apesar da pressão, o time da casa se manteve sereno, e nos contra-ataques voltou a ficar na frente no placar.

Em jogada muito parecida com a do primeiro gol, foi Fernandes quem tocou para Aloisio fazer o segundo do Figueirense. Aos 43 minutos, Aloisio fez mais um e ampliou o placar. O gol aconteceu após bela jogada de Guilherme Santos pela esquerda.

O Joinville terminou a partida com nove jogadores. Linno e Fabiano Silva foram expulsos. O Figueira confirmou a grande campanha no campeonato e com a vitória por 3 a 1 se classificou para a final.

Na decisão do Catarinense 2012, o Alvinegro enfrenta o seu maior rival, Avaí. O clássico da Capital não decide o estadual desde 1999, e esta será apenas a terceira vez que os clubes se enfrentam na final.

A primeira partida da decisão acontece na Ressacada e o último jogo será no Orlando Scarpelli.


Primeiro tempo:

O jogo começou muito movimentado. Com menos de um minuto de partida, Bruno Rangel chegou pela esquerda e bateu forte pra fora. Os dois lados seguiram criando diversas oportunidades.

Aos 10 minutos, Doriva chutou em direção do gol. Ygor desviou de letra, mas a bola saiu sem força e Ivan fez a defesa. Aos 24 minutos o Figueirense abriu o placar. Em contra-ataque, Fernandes arrancou, tocou para Aloisio que devolveu para o Príncipe que só teve o trabalho de tocar para o gol.

Seis minutos mais tarde o Figueira chegou perto de ampliar o placar. Em jogada de Pablo pela direita, o jogador cruzou para Aloisio que estava na primeira trave e cabeceou para fora, muito perto do gol defendido por Ivan.

Aos 35 e também aos 37, Aloisio esteve cara a cara com Ivan. Melhor para o goleiro nas duas oportunidades. O Figueirense seguiu com amplo domínio no primeiro tempo de jogo.

Em falta muito próxima à grande área, Roni bateu por baixo da barreira e Ivan fez a defesa. Antes do final do primeiro tempo, o JEC teve o zagueiro Linno expulso e ficou com dez jogadores no gramado.


Segundo tempo:

O Joinville voltou para o segundo tempo com duas mudanças feitas por Argel Fucks. Carlos Alberto e Alex entraram no lugar de Badé e Bruno Rangel. As trocas não surtiram muito efeito e o Figueira começou dominando o segundo tempo.

Com jogo baseado nos contra-ataques, o Alvinegro chegava constantemente. Nas trocas de passes entre Alosio e Fernandes, os dois tiveram grandes oportunidades aos seis e aos oito minutos.

A partir dos 22 minutos iniciou-se uma confusão no gramado. O árbitro Bráulio da Silva Machado assinalou pênalti, mas seu auxiliar não concordou. Na decisão, prevaleceu a opinião do juiz. Na cobrança da penalidade, Ricardinho empatou a partida.

Após isso, Argel Fucks e seu auxiliar Marcelo Cabo se exaltaram à beira do gramado. Os dois foram expulsos. Ao todo, o jogo ficou parado por quase oito minutos.

O pênalti pôs fogo no jogo e quem passou a pressionar foi o JEC. Mantendo seu jogo no contra-ataque, o Figueirense fez o segundo gol. Desta vez foi Fernandes quem tocou para Aloisio, que só empurrou para o gol tricolor.

Com velocidade, o Figueira chegou ao seu terceiro gol. Em jogada pela esquerda, Guilherme Santos cruzou para Aloisio fazer seu segundo aos 43 minutos da segunda etapa.

Antes do final da partida, Fabiano Silva foi expulso. O JEC terminou o jogo com nove em campo, sem o técnico e o auxiliar. Final de jogo, 3 a 1, e Figueirense classificado para enfrentar seu maior rival, Avaí, na final do Campeonato Catarinense 2012.


Escalações:

Figueirense: Wilson; Pablo, Canuto, Sandro e Guilherme Santos; Ygor, Jackson (Luiz Fernando), Doriva e Fernandes (Franco Niell); Aloísio e Roni.

Joinville: Ivan; Eduardo, Pedro Paulo, Linno e Badé (Carlos Alberto); Fabiano Silva, Glaydson, Ricardinho e Tiago Real; Bruno Rangel (Alex) e Aldair (Cristiano).


Gols: Figueirense: Fernandes (24/1º) e Aloisio (37 e 43/2º)
          Joinville: Ricardinho (27/1º)

Nenhum comentário:

Postar um comentário