22 de abr de 2012

Joinville e Figueirense empatam por 1 a 1 na primeira partida das semifinais


Ricardinho e Guilherme Santos fizeram os gols da partida

JEC e Figueira empatam na Arena. Foto: Léo Munhoz

O Figueirense foi até a Arena Joinville enfrentar o JEC na primeira partida das semifinais. O time da casa saiu na frente no início do primeiro tempo, em cobrança de falta de Ricardinho. Ainda no primeiro tempo o Figueira teve o jogador Túlio expulso, e o jogo ficou nervoso.

Em um dos primeiros lances do segundo tempo, o Alvinegro chegou ao empate. No decorrer da etapa, alguns erros do árbitro Ronan Marques da Rosa e a pressão do Tricolor foram os destaques.

O Joinville dominou a posse da bola e chegou ao ataque diversas vezes, mas não conseguiu converter a pressão em gols. Final do jogo com empate em 1 a 1.

Para o segundo jogo, no Orlando Scarpelli, um empate sem gols ou mesmo com um para cada lado, classifica o Figueirense. O JEC vai até a Capital precisando de uma vitória ou de um empate por dois ou mais gols.

Além da contusão de Julio César, o Figueira pode ter o desfalque de Aloisio, que não jogou a última partida. Roni e Guilherme Santos, que se contundiram no decorrer do jogo ainda não têm situação confirmada. Quem com certeza não joga a segunda partida das semifinais é Túlio, suspenso pela expulsão diante do Joinville.

A decisão em Florianópolis acontece no próximo domingo, dia 29 de abril.


Primeiro tempo:

Logo aos dois minutos, a torcida do Joinville reclamou de um pênalti não marcado. Canuto derrubou Ramon que estaria com um pé dentro da área. Ronan Marques da Rosa apenas marcou falta.

 O JEC abriu o placar aos 10 minutos do primeiro tempo. Ricardinho cobrou falta alçando a bola na área. Nenhum jogador conseguiu desviar e a bola passou por Wilson. 1 a 0 para o Joinville.

Aos 22 minutos, Túlio foi expulso. Após sofrer falta de Bruno Rangel, o volante empurrou o jogador tricolor e recebeu o vermelho. Após a expulsão, o Figueirense demorou em se acalmar e o JEC passou a dominar o jogo.

A partir dos 35 minutos, o Figueirense igualou as ações em campo. Mesmo com oportunidades para os dois lados, o primeiro tempo terminou mesmo no 1 a 0 para o Joinville.


Segundo tempo:

Já aos três minutos do segundo tempo o Figueirense chegou ao empate. Em jogada pela direita, a bola veio para Fernandes dentro da grande área. O ídolo alvinegro chutou a bola na zaga e ela sobrou para Guilherme Santos que apenas tocou para o gol, igualando o placar.

Aos oito minutos, Argel Fucks tirou Badé do time e para entrada de Aldair. Dez minutos depois, o jogador teve oportunidade clara de fazer o segundo gol do Joinville, mas chutou para fora. Logo depois, o mesmo Aldair fez boa jogada pela esquerda e tocou para Bruno Rangel, que chutou forte no travessão.

Na metade da etapa, Argel fez mais uma mudança no time, tirando Alex e colocando Cristiano. Pelo lado alvinegro saiu Fernandes que sentiu o cansaço após grande partida. Em seu lugar entrou João Paulo Goiano.

Branco foi obrigado a queimar as duas substituições restantes. Roni sentiu contusão, e o atacante argentino Franco Niell entrou em seu lugar. Também machucado, Guilherme Santos saiu para entrada de Coutinho no Figueirense.

Enquanto o Joinville tentava fazer o segundo gol, o Figueira queria apenas manter o empate. Aos 35 minutos, Eduardo cruzou na área e Pedro Paulo cabeceou para fora muito próximo ao gol de Wilson.

Coutinho foi empurrado na área aos 39 minutos do segundo tempo. Pênalti não marcado por Ronan Marques da Rosa. Os últimos minutos da partida foram dramáticos. Pressão total do JEC, que chegou por diversas vezes à meta alvinegra.

O Joinville não conseguiu desempatar o jogo e o Figueirense conseguiu seu objetivo de empatar a partida.


Escalações:

Joinville - Ivan; Eduardo, Linno, Pedro Paulo e Badé (Aldair); Fabiano Silva, Glaydson, Ricardinho e Ramon; Bruno Rangel e Alex (Cristiano).

Figueirense - Wilson; Pablo, Canuto, Sandro e Guilherme Santos (Coutinho); Túlio, Ygor, Botti e Roni; Doriva e Fernandes (João Paulo).


Gols: Joinville – Ricardinho (10/1º). Figueirense – Guilherme Santos (3/2º)

Nenhum comentário:

Postar um comentário