15 de jun de 2012

Avaí vence o líder América-MG e mostra força para lutar por acesso


Jogando na Ressacada, Leão fez 2 a 0 no Coelho de Minas Gerais

Estreante, Diogo Acosta fez seu primeiro gol pelo Avaí. Foto: Kadu Reis

Na noite desta sexta-feira, o Avaí recebeu o América-MG numa Ressacada fria e com muito vento. Poucos torcedores foram ao campo, talvez pelo horário do jogo e o clima, talvez por desconfiança do time. Sorte dos que foram e presenciaram uma bela vitória avaiana sobre o líder do campeonato.

No primeiro tempo, apenas o Avaí jogou. O prêmio veio no último minuto da etapa. Após cobrança de escanteio e desvio de Cássio, que completava 100 jogos, com a camisa do Leão, Julinho deu uma bela bicicleta e fez um belo gol para abrir o placar e lembrar os torcedores do “gol de placa” feito por Evando em 2008, o ano do acesso.

O jogo ficou mais equilibrado no segundo tempo, com maior presença do Coelho no ataque. Aos 33 minutos, o estreante Diogo Acosta fez seu primeiro gol com a camisa avaiana e deu a vitória ao Leão e aos pouco mais de quatro mil torcedores presentes.

Com o resultado, o Avaí subiu para a quinta colocação na Série B, com 10 pontos. A próxima partida do Leão é contra o Guaratinguetá fora de casa, na próxima sexta-feira, às 21h00.

Confira a classificação atualizada da Série B:


Primeiro tempo:

Os primeiros 45 minutos de jogo foram marcados pelo esquema defensivo do América Mineiro, enquanto o Avaí buscava jogo, porém sem muito sucesso. Antes do primeiro minuto o Leão deu um chute a gol. Julinho pegou de fora da área e bateu rasteiro, sem muita força. Defesa do goleiro Neneca.

Aos dois minutos, Mika chutou de fora da área e a bola passou por cima do gol. Três minutos depois, Cleber reclamou de falta sofrida no meio do campo e a situação esquentou. O juiz Devarly Lira do Rosário deu uma bronca no 10 do Avaí e o meia retrucou.

Aos 17 minutos, Diogo Acosta fez boa jogada e rolou para Diogo Orlando chutar para o gol. A bola foi muito alta e passou por cima da meta de Neneca. O América teve sua primeira chance aos 26 minutos, em confusão na zaga avaiana. Diego defendeu o chute de Rodriguinho.

Pirão foi lançado na área aos 32 minutos e tocou por cima de Neneca na saída do goleiro. A zaga interviu e salvou o Coelho. Mas aos 45 minutos, ninguém conseguiu salvar. Após cobrança de escanteio e desvio de Cássio, Julinho emendou uma bicicleta e fez um golaço na Ressacada para abrir o placar.


Segundo tempo:

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, Pirão cruzou para Diogo Acosta. O atacante cabeceou e obrigou o goleiro americano a fazer uma grande defesa. Seis minutos depois, Mika chutou de fora da área e errou por pouco.

Mika continuava chegando ao ataque e, aos 12 minutos, apareceu sozinho pela direita, mas foi travado no momento do chute. Seis minutos depois, o Coelho, mais ofensivo, chegou ao ataque. Leandro Ferreira chutou de longe para fora.

Quando era o América que pressionava, o estreante Diogo Acosta acabou com as pretensões do time mineiro. O estreante recebeu na intermediária, driblou o marcador e bateu forte, rasteiro, no canto. Neneca falhou e não segurou, 2 a 0 para o Avaí.

O time mineiro ficou nervoso com o segundo gol azurra. Gabriel reclamou com o árbitro aos 39 minutos e foi expulso de campo. Com 10, a missão americana ficou ainda mais difícil, e, com gritos de “olé” vindos das arquibancadas, o Avaí manteve o resultado, 2 a 0.


Escalações:

Avaí: Diego; Diogo Orlando, Cássio, Leandro Silva e Pirão; Bruno, Mika (Marcinho Guerreiro), Patric (Laércio), Cleber Santana e Julinho (Jailton); Diogo Acosta – Hemerson Maria.

América-MG: Neneca; Rodrigo Heffner (Thiaguinho), Everton, Gabriel e Bryan (Pará); Dudu, Leandro Ferreira, Gilberto e Rodriguinho; Bruno Meneghel (Alessandro) e Fábio Júnior – Givanildo Oliveira


Gols: Avaí: Julinho (45/1º), Diogo Acosta (33/2º).

Nenhum comentário:

Postar um comentário