16 de jun de 2012

JEC empata por 1 a 1 com Ceará na Arena

Pênalti mal marcado originou o gol do time visitante

Fernando Henrique fez ótimas defesas e salvou o Ceará. Foto: Salmo Duarte

Jogando em sua casa, o Joinville empatou com o Ceará por 1 a 1 na tarde deste sábado. Com um ótimo primeiro tempo e um fraco segundo, o Tricolor não conseguiu superar o time cearense.

O primeiro tempo foi favorável ao JEC, que fez seu primeiro gol aos 20 minutos. Em bela jogada, Eduardo lançou Tiago Real dentro da área. O meia parou, pensou e tocou para Lima, que chutou de chapa com tranquilidade para abrir o placar.

Ainda no final da primeira etapa o Ceará começou a igualar as ações em campo. Voltando forte do vestiário, o Vozão empatou o jogo aos quatro minutos do segundo tempo.

O gol de empate foi marcado por Romário, em cobrança de pênalti. A penalidade, porém, foi mal assinalada pelo árbitro, porque Leandro Carvalho derrubou Mota fora da área.

Sendo pressionado dentro de casa durante boa parte do segundo tempo, o Joinville foi para cima do adversário nos minutos finais, mas já não havia tempo suficiente, e o Tricolor ficando no empate com um sabor de derrota.

Com o empate, o JEC chegou aos 11 pontos e é, provisoriamente o quinto colocado. A próxima partida do JEC é na sexta-feira, 22/06, às 21h00, contra o Paraná, no estádio Durival de Brito, em Curitiba.



Confira a classificação atualizada da Série B:


Primeiro tempo:

Aos cinco minutos, Lima recebeu, invadiu a área e bateu de esquerda para a defesa de Fernando Henrique. Aos dez, quem chegou foi o meia Ricardinho, que chutou de direita para nova defesa de FH.

O JEC dominava amplamente a partida. Aos 13 minutos, Lima recebeu lançamento e saía de cara com o gol, mas a zaga afastou a bola. Um minuto depois, o Ceará chegou ao ataque pela primeira vez no jogo. Rogerinho driblou e chutou de fora da área, rasteiro. A bola passou à esquerda do gol de Ivan.

Aos 20 minutos, Eduardo lançou Tiago Real dentro da área. O meia tricolor parou, pensou e tocou para Lima, que bateu de chapa com tranquilidade e abriu o placar para o Joinville, 1 a 0.

Dez minutos depois, o JEC deu três chutes a gol na mesma jogada. O primeiro foi de Lima, sobre a zaga. A segunda tentativa, de Ricardinho, foi defendida por Fernando Henrique. No rebote, Romano chutou forte e FH espalmou, colocando a bola para escanteio.

Aos 33, nova chegada do time cearense. Rogerinho cruzou para Jardel, que cabeceou por cima. Cinco minutos depois, Romário avançou pela esquerda, puxou para o meio e bateu rasteiro, à direita do gol defendido por Ivan.

Aos 39 minutos, Lima fez bem o pivô e rolou para a chegada de Leandro Carvalho, que chutou por cima do gol. A última chance da primeira etapa foi do Ceará. Eusébio avançou pela esquerda e chutou forte. A bola passou raspando o travessão do goleiro Ivan.


Segundo tempo:

A segunda etapa foi diferente da primeira, porque o Ceará passou a ser mais ofensivo e igualar as ações com o Joinville. Aos três minutos, Mota foi derrubado por Leandro Carvalho fora da área, mas o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Romário bateu no canto e empatou a partida.

O time cearense se empolgou com o empate e, por alguns momentos, chegou a dominar a partida na Arena. Aos 19 minutos, Romário avançou pela direita e chutou forte, cruzado. Ivan se esticou todo e conseguiu espalmar a bola para fora.

Aos 27, Eusébio arriscou pela esquerda, e a bola passou por cima do gol de Ivan. Quatro minutos depois, o Joinville também teve seu momento de perigo. Lima recebeu cruzamento e cabeceou à queima roupa para bela defesa de Fernando Henrique.

Aos 41, nova chance cearense. Robston cobrou falta de longe com muita força, e acertou o travessão do goleiro Ivan.


Escalações:

Joinville: Ivan; Eduardo, Pedro Paulo, Linno (Jean Carlos) e Romano (Carlos Alberto); Leandro Carvalho, Glaydson, Ricardinho e Tiago Real; Alex (Marcinho) e Lima.

Ceará: Fernando Henrique; Apodi, Luizão, Daniel Marques e Éverton (Heleno); Jardel, Eusébio, Robston e Rogerinho (Misael); Mota e Romário (Itamar).


Gols: Joinville: Lima (20/1º)
           Ceará: Romário (4/2º)

Um comentário: