17 de jun de 2012

Tigre vence e é o líder isolado da Série B

Contra o ASA em Arapiraca, Tricolor fez 2 a 1 e chegou aos 15 pontos

Artilheiro Zé Carlos fez um dos gols do Tigre. Foto: Fernando Ribeiro

O Tigre foi até o estado de Alagoas buscar a liderança da Série B e conseguiu. Jogando no estádio Coaracy da Mata Fonseca, o Fumeirão, o Tricolor não deu chances ao ASA e, mesmo com gol anulado, venceu a partida pelo placar de 2 a 1.

A partida do Criciúma foi articulada nos contra-ataques. Em uma destas jogadas, Zé Carlos abriu o placar aos 20 minutos do primeiro tempo, após receber lançamento de Marlon e fazer um golaço, por entre as pernas do goleiro Gilson.

O segundo tempo começou e o Tigre ampliou. Nirley, de cabeça, fez 2 a 0. O Criciúma poderia matar o jogo aos 25, mas o árbitro Eduardo Tomaz de Aquino anulou um gol legal do time catarinense.

Lucca armou contra-ataque sozinho e fez o gol. A bola furou a rede, e o juiz entendeu que não teria entrado, passando pelo lado de fora da meta. Com esta interpretação, o árbitro anulou de forma incorreta o que seria o terceiro gol do Criciúma.

No último lance da partida, o ASA descontou. Após cobrança de pênalti de Lúcio Maranhão e defesa de Douglas leite, Roberto Jacaré ficou com a sobra e, de cabeça, fez o único gol do time da casa na partida.

Com a vitória, o Criciúma chegou aos 15 pontos no Brasileirão da Série B, e é o líder isolado, com dois pontos de distância para os dois Américas (MG e RN) e para o Vitória. Na próxima partida, o Tigre reencontra sua torcida no Heriberto Hülse. O adversário será o Guaratinguetá, às 16h20 do próximo sábado, 23/06.

Confira a classificação atualizada da Série B:


Primeiro tempo:

O Criciúma começou o jogo dando sinais de que pressionaria o ASA, mas os primeiros lances de perigo foram do time da casa. Aos dez minutos, Didira apareceu na direita e chutou forte para a boa defesa de Douglas Leite. Aos 13, Diego Borges completou cruzamento de cabeça e o goleiro do Tigre agarrou mais uma.

A saída para o time catarinense foi jogar nos contra-ataques. A estratégia deu certo, e aos 20 minutos, Zé Carlos recebeu lançamento de Marlon, dominou e chutou entre as pernas do goleiro Gilson para fazer o primeiro gol do jogo.

O Tigre falhava no setor defensivo e permitia as chegadas do ASA. No final da primeira etapa, o time da casa quase se igualou no placar. A bola sobrou para o artilheiro Lúcio Maranhão, que tinha condições de ir para o gol, mas se atrapalhou e chutou na zaga catarinense.

No lance, os alagoanos pediram pênalti, alegando que a bola teria batido no braço de um jogador do Criciúma, mas o árbitro não assinalou.


Segundo tempo:

Os lances de perigo demoraram a acontecer na segunda etapa. Na primeira chegada do Criciúma, aos 12 minutos, Nirley recebeu cruzamento e cabeceou para fazer o segundo gol e aumentar a vantagem do Tricolor.

Seis minutos mais tarde, Lúcio Maranhão apareceu novamente no jogo, cabeceando por cima da meta de Douglas Leite. Aos 25, o Criciúma mataria a partida, mas teve seu gol anulado.

Lucca avançou com a bola em contra-ataque e chutou para o gol. A bola furou a rede da meta do estádio Coaracy da Mata Fonseca, e o árbitro entendeu que ela teria batido no lado de fora das redes.

Com esta interpretação, Eduardo Tomaz de Aquino anulou, de forma incorreta, o que seria o terceiro gol do Tigre. Os jogadores do Tricolor reclamaram e fizeram confusão, mas de nada adiantou e o árbitro não voltou atrás.

Aos 30 minutos, Roberto Jacaré chutou forte e Douglas Leite defendeu. Aos 45, Matheus Ferraz fez pênalti. Lúcio Maranhão cobrou e o goleiro tricolor pegou, mas deu rebote. Bem posicionado, Roberto Jacaré cabeceou a sobra e fez o gol de honra do time da casa.


Escalações:

ASA: Gilson; Audálio, Gaúcho (Roberto Jacaré), Diego Borges; Gabriel, Cal, Jorginho, Didira (Danilo), Valdivia (Elvis) e Chiquinho Baiano; Lúcio Maranhão – Heriberto da Cunha.

Criciúma: Douglas Leite; Ezequiel, Matheus Ferraz, Nirley e Marlon; Diego Oliveira, Fransérgio (André Gava), Diego Felipe (Ozeia) e Kléber (Elias); Lucca e Zé Carlos – Paulo Comelli.


Gols: ASA: Roberto (47/2º).
          Criciúma: Zé Carlos (20/1º), Nirley (12/2º).

Nenhum comentário:

Postar um comentário